casal em um primeiro encontro ilustrando o que você precisa saber antes de iniciar uma relação
Relacionamento Afetivo

O que você precisa saber antes de iniciar uma relação

Antes de falar sobre o que você precisa saber antes de iniciar uma relação, eu preciso dizer que tive algumas experiências amorosas ao longo dos meus 30 anos de vida e, por isso, penso ser pertinente escrever a respeito disso.

Acabei escrevendo um livro sobre o assunto, em 2016, em que abordo sobre a personagem Helena, que sofre de algo muito comum: a dependência emocional. Com algumas peculiaridades em sua postura afetiva.

casal em um primeiro encontro ilustrando o que você precisa saber antes de iniciar uma relação

Sofrimento amoroso

Mas, o mais importante aqui neste texto é que me tornei Psicóloga e, hoje, o que mais aparece em meu consultório são pacientes mulheres, trazendo a queixa principal como sofrimento amoroso. Obviamente, sempre acabamos descobrindo algo além, camuflado nesse comportamento carente manifesto nas relações afetivas de maneira geral.

Vazio emocional

O principal problema da pessoa carente é que ela busca preencher seu vazio entrando em relações, cegamente, quando na verdade, esse vazio emocional deve ser preenchido pela própria pessoa, que pode fazer o seguinte exercício, se questionando: o que aquela criança que eu fui um dia queria ter e não teve? E como eu, enquanto adulto, posso suprir essa falta que ainda existe em mim?

Ao responder essas simples perguntas, o processo de superação da carência afetiva se inicia, e então, pode-se considerar como uma pessoa a um passo de estar preparado para pensar em entrar em uma nova relação, e poder buscar o que você precisa saber antes de iniciar uma relação.

O que você precisa saber antes de iniciar uma relação?

Não sei se já percebeu, mas você já está lendo sobre o que você precisa saber antes de iniciar uma relação. Isso mesmo! Antes de iniciar qualquer relação, você precisa estar bem consigo mesmo, com suas carências supridas, com sua autoestima elevada, com sua saúde integral em boas condições.

Depois disso, cabe a você estabelecer seus critérios. Afinal, você não está aqui para aceitar qualquer pessoa em sua vida. Esquece! Você já não é mais aquela pessoa carente de antes. Você tem suas exigências e precisa estar com alguém que seja compatível com elas.

O autoconhecimento vai te ajudar a prosseguir na definição dos critérios antes de iniciar uma relação

Isso mesmo. O autoconhecimento vai te ajudar a prosseguir na definição dos critérios. Tudo isso porque quando você se conhece, aumenta as suas chances de fazer escolhas mais acertadas. Quando sabemos quem somos, do que gostamos, o que aceitamos e não aceitamos em nossas vidas, fica mais fácil de decidirmos quem queremos para nossas vidas.

Você está bem com você mesmo, antes de iniciar uma relação?

Tenha certeza de que você está bem com você mesmo. Não caia na besteira de entrar nos aplicativos de relacionamento para encontrar aquela pessoa que irá te levar para o céu, mesmo porque isso não existe. Esqueça os príncipes e princesas das histórias infantis que te contaram um dia.

Entenda, de uma vez por todas, que todos nós somos seres perfectíveis e não perfeitos e, por isso, temos falhas, qualidades e defeitos, por assim dizer.

Tenha uma única certeza: as pessoas mudam com o tempo, mas suas personalidades permanecem as mesmas. Não tenha a pretensão de mudar ninguém, porque as pessoas só mudam porque querem ou precisam mudar.

Faça mais perguntas

Agora que você já sabe o prioritário e está pronto (a) para se colocar na lista de prioridades na maior parte do tempo, dentro de uma relação, vou te desafiar: faça mais perguntas.

Isso mesmo! As pessoas de maior sucesso na vida, são aquelas que fazem perguntas, sobre tudo e sobre todos. O motivo? Simplesmente porque são curiosas, porque buscam respostas para seus dramas, dúvidas. São pessoas questionadoras e proativamente inteligentes.

E, no contexto do que você precisa saber antes de iniciar uma relação, faz toda a diferença, principalmente se você for aquela pessoa perspicaz em detectar furos nas respostas. Se fizer a pergunta certa, terá a resposta que precisa para uma tomada de decisão. Lembre-se disso!

Selecione bem seus candidatos

Por mais estranho que pareça, entenda esse processo como se fosse um processo seletivo de uma empresa. E dentro do recrutamento e seleção de pessoas, o essencial é que você selecione bem seus candidatos.

Para isso, você precisa estar ciente do que está procurando, ou seja, que você atenda os requisitos já mencionados acima. Então, precisa saber quem você quer e precisa no seu momento atual de vida. E, por mais fria que pareça essa escolha, é a mais sensata e prudente de se fazer.

Afinal, se você é uma pessoa valiosa, não vai selecionar alguém que não esteja, no mínimo à sua altura. Não é verdade?

Então, esteja ciente dos critérios mínimos que uma pessoa precisa ter para estar com você, para que também você não caia no erro de ser exigente demais. Tenha muito claro para você que a perfeição não existe.
Portanto, leve esse processo na brincadeira, no sentido de não ter rigidez demais. Seja você mesmo (a). Faça coisas que gosta de fazer. Curta seus amigos. Não mude para se adequar a ninguém, caso contrário selecionará a pessoa errada.

Ser autêntico é um ato de coragem, principalmente porque você mostra às outras pessoas quem você realmente é, no seu mais íntimo. E, por consequência, atrai as inúmeras compatibilidades. Por isso, as pessoas sentem tanta dificuldade em serem autênticas. Já pensou nisso?

Não tenha medo de se expor

Por tudo isso, não tenha medo de se expor. Você já percebeu que quando vai para uma entrevista de emprego a maioria das empresas não tem medo de mostrar o que desejam e esperam de seus candidatos? Percebe que elas não tem medo de você não gostar das palavras escolhidas?

Claro que a assertividade conta muito nessas horas, mas é muito mais maduro e prudente quando você demonstra para o outro o que você quer pra você, o que você procura, sem rodeios e sem medos.

As perguntas certas para iniciar uma relação

Então, você está naquele tal encontro com a pessoa que você considera uma possibilidade, e percebe que é o momento de fazer as perguntas certas.

Antes de mais nada, leve essa pergunta com você, na sua cabeça, ao elaborar seu questionário do primeiro encontro: o que você precisa saber antes de iniciar uma relação?

E não tenha medo de ser surpreendido (a) negativamente com o que descobrir. Jamais vá a um encontro cheio de expectativas, que podem não ser atendidas. Isso só te deixará frustrado. Por isso, a recomendação de levar tudo na “brincadeira”, de maneira sempre descontraída.

Lembrando que, em um processo seletivo, sempre podemos aproveitar os candidatos: se não for para a vaga de parceiro afetivo, pode ser para a vaga de amigo. Por que não? Aliás, pode ser até para vaga de uma parceiro afetivo de um amigo mais compatível.

Então, vamos lá: o que você precisa saber antes de iniciar uma relação?

Segue uma lista de perguntas (sugestões) a se fazer (e fazer ao outro) antes de assumir um relacionamento sério:

Como você me vê?
Faz toda diferença o jeito como me olha, a sua interpretação dos fatos.
Como você me percebe?
Entrar em meu mundo tem um preço, assim como preciso saber o preço a pagar pelo seu.
O que você procura? Em que momento do caminho, a sua estrada cruza com a minha?
Qual o tamanho das nossas afinidades?
Quantas concessões somos capazes de fazer pelo outro?
Do que abriria mão por mim?
Quais os nossos objetivos juntos?
O quanto podemos nos ajudar enquanto casal?
Quais são os seus valores de vida? Será que são compatíveis com os meus?
O que é amor pra você?
Qual é meu papel em sua vida?
Por que não deu certo com as outras? E por que daria certo comigo?
Você sabe o que esperar de mim? Quais suas expectativas? Serei capaz de atende-las?
O que é uma relação para você?
Como você entende a vida? Você procura aventura? Tem planos para o futuro? Como se vê daqui 20 anos?
Para que estamos aqui? O que te fez enxergar em mim uma possibilidade?
E se não der certo? Como você espera que eu reaja? E como eu gostaria que você reagisse?
O que é o “para sempre” para você? Entende como um conjunto de agoras, ou é apenas uma busca eterna em sua vida?
O que você realmente quer?

Essas perguntas fazem toda a diferença na hora de decidir quem você quer ou vai deixar entrar em sua vida. Pode evitar transtornos desnecessários.

Não existe processo seletivo perfeito para iniciar uma relação

Mas, lembre-se: da mesma forma que não existem pessoas perfeitas, também não existe processo seletivo perfeito. Sabe aquele processo que vai te trazer a pessoa da sua vida que vai ficar para sempre?

É importante você saber onde está entrando, mas também é mais importante ainda saber com quem está lidando na hora que não der mais certo. Entenda, de uma vez por todas: as pessoas não têm a obrigação de ficar com a gente. Elas ficam porque querem ficar. E é melhor que seja assim. Da mesma forma que muitas coisas também acontecem levando alguém a não querer ficar. E está tudo certo! São escolhas que somos livres para fazer.

A regra é simples: esteja bem com você mesmo, e estará bem com todas as outras pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *